Aprendendo a Amar

1

Posted on 15 de julho de 2011 by

Aprendendo-a-amar-post2

Homens e mulheres desde sempre são completos desconhecidos para si e para o sexo oposto. E então se casam. Viver sozinho já é difícil, temos nossas neuroses, nossos preconceitos, nossas crenças e agora casados temos de conviver também com as crenças, preconceitos e neuroses do outro. Não admira que a taxa de divorcio aumente a cada ano e cada vez mais as pessoas procurem formas mais informais de união estável. Quando se trata de relacionamento, duas metades não fazem um inteiro.

Entramos para as escolas da vida e muito cedo aprendemos matemática, geografia, português e etc, mas nunca teve alguém competente o suficiente, da pré-escola ao mestrado, que nos ensinasse, o básico que fosse, a arte de amar.

O Tantra é uma escola do amor. Primeiro amor com você mesmo, homem ou mulher, depois com o outro. E não falo só do amor físico, carnal, mas do amor mais incondicional e amplo em suas formas possíveis. O Tantra é o caminho da aceitação, é o caminho feminino, receptivo, assim como o amor, feminino, receptivo, e em sua forma mais pura e profunda, incondicional.

Como o Tantra pode ajudar seu relacionamento? Simples, primeiro você vai se abrir a você mesmo, através de vivencias, meditações, massagens. Primeiro você aprende a se amar, se conhecer, olhar além das mascaras, que de tão acostumados e de tão apegadas a cara que estão, são tomadas por face o que é carranca. Depois você começa a aprender a arte de amor com o próximo. Cursos de massagens, meditações a dois, vivencias para casais, como por exemplo o verdadeiro Maithuna, que é uma meditação a dois, e que na infinita maioria dos centros é tratado levianamente como um ritual fixo. E tudo que é fixo é criação da mente, então perde-se o essencial desse ritual, que é louvar o feminino. O Maithuna é um caminho (Sahaja), que se faz ao caminhar.

Sim, ainda há tempo para aprender a amar e a expressar todo esse amor, por você, para a parceira (o), para a vida.

Pashupati

Psicólogo formado pela Universidade Federal do Espírito Santo e Psicoterapeuta Corporal Reichiano e Neo-Reichiano. Terapeuta Tântrico certificado em Yoni Massagem, Massagem Tântrica Sensitive, Massagem Tântrica Êxtase Total e G-Spot – método Deva Nishok. Coordenador das Noites de Kali, Cursos de Massagens Tântricas, Pulsação Tântrica e demais Vivências Tântricas. Possui também formação em Renascimento e Terapias Integradas de Respiração. Desde 2007 participa ativamente dos grupos de Tantra do Centro Metamorfose.

Contatos:
E-mail: pashupatitantra@gmail.com
(11) 9279.8977
www.centrometamorfose.com.br
www.alemdapsicologia.com

Categories: Sem categoria

Pashupati

Psicólogo formado pela Universidade Federal do Espírito Santo e Psicoterapeuta Corporal Reichiano e Neo-Reichiano. Terapeuta Tântrico certificado em Yoni Massagem, Massagem Tântrica Sensitive, Massagem Tântrica Êxtase Total e G-Spot – método Deva Nishok. Coordenador das Noites de Kali, Cursos de Massagens Tântricas, Pulsação Tântrica e demais Vivências Tântricas. Possui também formação em Renascimento e Terapias Integradas de Respiração. E desde 2007 participando ativamente dos grupos de Tantra do Centro Metamorfose.

Response to Aprendendo a Amar

  1. JEAN LUCA OLIVEIRA

    Sacanagem velada por uma prática que capta um público cheio de impedimentos.
    Ta faltando sabedoria à vcs todos q praticam, incentivam e até indusem tal comportamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>